Entrar

Dia D de Adoção de Cães Adultos no Largo

Dia D de Adoção de Cães Adultos no Largo Divulgação

Este é o Mancha, ele é um cão de porte médio, é castrado, dócil e convive bem com outros animais. Ele tem 10 meses de idade, vive em um lar temporário e tudo que mais quer é um lar onde morar. Mancha é um dos animais que estarão disponíveis para adoção durante o 1º Dia D de Adoção de Cães Adultos, que acontece no dia 24 de maio, no Largo Irmãos Vetter, das 13h às 16h. O evento promovido pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio ambiente (Sema), quer ajudar Mancha e seus amigos cachorrinhos a achar um lar.

Segundo o titular da Semea, João Flávio, é importante que as pessoas saibam as vantagens de adotar um animal na fase adulta. “Geralmente as pessoas estão interessadas em adotar filhotes, mas animais adultos têm características que trazem vantagens para quem adota: já são socializados, tem tamanho e temperamento definido, além disso são muito gratos por terem sido adotados e após adquirir confiança retribuem com muito amor. Além disso, filhotes demandam muita atenção, são mais suscetíveis a doenças, podem crescer muito mais do que a pessoa esperava. Outra vantagem da feira é que os animais que estamos oferecendo, são castrados e já foram vacinados com antirrábica e a multivacina (V10)”, explica Flávio.

Confira algumas vantagens de adotar um animal na fase adulta:

• A fase de crescimento do cão já passou, sendo assim, seu tamanho está definido. É possível saber se a casa terá espaço suficiente para abrigá-lo;

• As características de temperamento são mais determinadas e fáceis de serem observadas, quando comparadas a um filhote. Ele pode ser medroso e tímido, alegre e brincalhão, ou sério e reservado. Mas, no contexto geral, você saberá que tipo de cão está levando para casa, e por consequência, quais serão as reais necessidades em relação ao espaço, atenção, exercícios e brincadeiras;

• Em canis, todos os esforços são feitos para que todos os filhotes sobrevivam e cresçam de maneira saudável. Nas ruas, os cães passam por diversos tipos de privações, além de doenças, e apenas os mais fortes, resistentes e espertos conseguem sobreviver. Por isso, no geral, o animal adotado, que passou por tudo isso, tende a ser mais resistente a algumas doenças;

• O animal adulto também pode ser adestrado, moldando alguns comportamentos de acordo com a nova realidade do pet. A educação deve fazer parte da vida inteira do cão.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.