Entrar

Família campo-bonense necessita de ajuda

Sandro, Karina e a pequena Myriã estão passando por difuculdades AG Sandro, Karina e a pequena Myriã estão passando por difuculdades

Quem vê o sorriso e a simplicidade no olhar da pequena Myriã, de 1 ano e 3 meses, ensaiando os primeiros passos, ainda descompassados, não imagina o tamanho das dificuldades que seus pais, Karina Ferreira Maciel Ramos, 34 anos e Sandro André Ramos, 37 anos, vêm enfrentando.

Uma série de acontecimentos negativos no primeiro semestre deste ano, acabou mudando os planos do casal. Vítima de câncer no útero, dona Pedrolina, mãe de Sandro, faleceu em 28 de janeiro, após ficar internada por certa de 10 dias. A partir daí, seu fiel companheiro, seu João Ramos, hoje com 82 anos, acabou adoecendo. “Meu pai enfraqueceu muito depois da partida da minha mãe. Ele saia de casa e acabava se perdendo. Por conta da fraqueza, muitas vezes ele caia nas ruas do bairro”, conta Sandro. A família mora em uma pequena casa de três cômodos na rua Cipreste, 118, no bairro Operária, onde seu João mora em uma peça, nos fundos.

Filho pede demissão para cuidar do pai

A saúde de seu João piorou no mês de maio, quando sofreu o seu sexto Acidente Vascular Cerebral (AVC). “Pensei que iria perder o meu pai. Como ele ficou muito debilitado, me obriguei a pedir demissão para ficar em casa para cuidar dele”, afirma Sandro, que trabalhava como segurança.
Após o AVC, seu João perdeu a visão, não consegue andar, se alimenta por sonda e precisa de acompanhamento 24 horas.

Cortes da saúde afeta família

Não bastassem todas as dificuldades que a família vem enfrentando, no início deste mês a prefeitura de Campo Bom anunciou cortes na área da saúde, que acabou afetando diretamente seu João. “Antes tínhamos acompanhamentos de profissionais da saúde pelo menos duas vezes por semana, e agora que este serviço foi cortado, não sabemos a quem recorrer”, destaca Sandro.
A única renda da família é a aposentadoria de R$ 880,00 de seu João. “Esse valor não é suficiente para arcarmos com despesas de fraldas, alimentação, luz entre outros”, afirma Sandro. Segundo ele, a família vem vivendo de doações de vizinhos e amigos.


Como ajudar
A família está necessitando de fraldas geriátricas tamanho G, fraldas infantis tamanho XG e alimentação. As doações podem ser entregues diretamente na residência da família (rua Cipreste, 118, bairro Operária). Maiores informações podem ser adquiridas no celular 9682-3069.

Última modificação emSegunda, 31 Outubro 2016 09:23
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.