Entrar

Quando a falta de conscientização custa caro para o município

Locais públicos tomados de muito lixo AG Locais públicos tomados de muito lixo

Uma equipe da Secretaria de Obras realizou a limpeza de lixos e entulhos, além da roçada na avenida Arnildo Paz, próximo à avenida Willy Reichert. Três dias depois, o local estava sujo novamente.

O episódio contado no parágrafo anterior vem sendo um dos principais problemas enfrentado pela equipe coordenada por Patrick Ruppenthal, secretário municipal de obras. Nesta semana ele apresentou, a pedido da reportagem do AG, um levantamento dos custos que esse tipo de ações como limpeza repetida e reparos com atos de vândalos representam aos cofres públicos municipais. “Esse valor é bastante variável e envolve alguns custos fixos como, por exemplo, pagamento de funcionários que precisamos deslocar até o local para efetuar os reparos, enquanto poderiam estar empenhados em fazer melhorias em outros pontos da cidade. Juntando todos os custos, esse valor chega a cerca de R$ 20 mil mensais”, ressalta Patrick.

Comunidade denuncia

Desde que a campanha foi lançada pelo AG, a comunidade vem participando ativamente, denunciando e enviando imagens. “Essa participação é muito importante. É um dever de todos os campo-bonenses ajudar na fiscalização desses atos. Este é o caminho para construirmos uma sociedade mais educada e uma cidade melhor para todos”, ressaltou Renan Spengler, diretor do AG.

Como denunciar

As denúncias poderão ser feitas através do e-mail redacao@agazetacb.com.br, pelo Facebook do Jornal A Gazeta (/agazetacb) ou pelo WhatsApp 98141-0069. Poderão ser enviadas fotos dos pontos atacados pelos vândalos. A identidade do denunciante será mantida sob sigilo.

Última modificação emSegunda, 15 Maio 2017 08:44
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.