Entrar

Campo Bom terá uma semana inteira dedicada à cultura Hip Hop

Destaque A ação contará com palestras e apresentações em escolas sobre os cinco elementos do Hip Hop: o grafite, o break, o rap, o DJ e o conhecimento Divulgação A ação contará com palestras e apresentações em escolas sobre os cinco elementos do Hip Hop: o grafite, o break, o rap, o DJ e o conhecimento

Evento terá batalhas de MCs e B Boys, além de oficinas, palestras e shows

Uma forma de poesia, onde as palavras fluem em rimas rápidas, em batalhas onde as armas são as ideias e quem decide o vencedor é público. Assim são as batalhas de MC´s e Bboys, uma das atrações da 2ª Semana do Hip Hop, uma iniciativa da a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) em parceria com a Nação Hip Hop  Brasil de Campo Bom.       

A ação contará com palestras e apresentações em escolas sobre os cinco elementos do Hip Hop: o grafite, o break, o rap, o DJ e o conhecimento. Além disso, um grande evento acontece no sábado e domingo, dias 18 e 19, no Largo Irmãos Vetter, que contará com oficinas de grafite, batalha de MC’s e Bboys e shows musicais. 

Segundo o coordenador do Departamento de Cultura da Smec, Moacir Sarmento, o Hip Hop como expressão cultural tem um papel comunicador e social importante para os jovens. “O Hip Hop ensina muitas lições de vida e uma delas é a respeitar tudo e todos, não julgar, aceitar as pessoas como são. Através da prática de uma cultura que traz algo de bom, é possível transformar a sociedade, ou pelo menos se comunicar com o meio em que vivemos, espalhando uma mensagem positiva”, define Sarmento. 

Wesley Sales, coordenador da Nação Hip Hop Brasil de Campo Bom, destaca a importância de levar as atividades e o debate para dentro das escolas. “Hoje a Nação se vê com a missão de mostrar a cada jovem, cada estudante que o hip hop é uma ferramenta de transformação social. Mostrando que através da cultura e da educação a busca por um futuro melhor é alcançável. Levamos a realidade para os estudantes e falamos que há uma saída para o que vivemos e que um novo mundo é possível”.

PROGRAMAÇÃO

11/08/2018

9h - Mural coletivo com 13 grafiteiros convidados

Local: EMEF Esperança

13 à 17/8 Palestras nas escolas

18/08/2018 no Largo Irmãos Vetter:

14h30 – Palco livre

15h às 18h – Batalhas Bboys

18h às 19h – Final das batalhas

19h às 19h30 – Palco livre

19h30 às 20h30 – Show Além dos Muros

20h30 às 21h - Palco livre

21h às 22h – Show com Nazario

 

19/08/2018 no Largo Irmãos Vetter

14h30 – Palco livre

15h 18h – Batalhas MC´S

18h às 19h – Palco livre

19h às 20h – Show NEGA ULA E CLAM

20h às 21h – Final das batalhas e premiação

21h às 22h –Show Preconceitozero e Rafuagi

 

O Hip Hop em Campo Bom

A ideia de levar o hip hop para dentro das escolas surgiu há anos atrás quando o coordenador da nação hip hop era Valter Fernando Lemos, professor da rede pública de ensino de Novo Hamburgo. Na ocasião A Nação Hip Hop de Campo Bom foi protagonista desde o princípio. A entidade foi fundada nacionalmente em 2005 e ativistas de Campo Bom tiveram papel destacado na organização da entidade como meio de organizar artistas e ativistas independentes na luta por políticas públicas de juventude, e na execução de inúmeras ações de promoção do acesso à cultura e cidadania.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.