Entrar

Conhecido o novo Mascote da Educação Fiscal

O aluno vencedor foi premiado com medalha, certificado de participação e com um kit de uniforme escolar personalizado. O aluno vencedor foi premiado com medalha, certificado de participação e com um kit de uniforme escolar personalizado.

Com o objetivo de despertar o interesse e a disseminação do conhecimento sobre educação fiscal e cidadania, foi promovido o concurso da escolha do novo Mascote da Educação Fiscal, pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) de Campo Bom, que movimentou 20 das escolas da rede municipal de ensino, que possuem turmas do 1° ao 9° ano.

A revelação do novo mascote aconteceu na manhã de terça-feira, 21, durante o Seminário Municipal de Educação Fiscal, no Auditório Marlise Saueressig, do Centro de Educação Integrada (CEI). Os alunos que produziram os cinco desenhos que receberam mais curtidas na página da Prefeitura foram premiados com medalhas, certificados, além de participarem da abertura do Seminário Municipal de Educação Fiscal. O aluno vencedor foi premiado com medalha, certificado de participação e com um kit de uniforme escolar personalizado.

Novo Mascote

O mascote se chama “João, o bom cidadão”. Para dar rosto ao João, os alunos deviam criar seu desenho em folha A4, feito à mão. Cada escola escolheu apenas um desenho para concorrer. Uma galeria com os 20 desenhos escolhidos (um por escola), foi publicada na página oficial da Prefeitura no Facebook.

O aluno Guilherme Farias dos Anjos, de 14 anos, da Emef Rui Barbosa, que deu vida ao Mascote, ficou surpreso com a escolha do seu desenho. “ Não esperava que meu desenho fosse escolhido, fiquei nervoso, mas estou muito emocionado", disse Guilherme. A criação desse concurso foi uma maneira de inserir o tema Educação Fiscal no ambiente escolar, bem como estimular o exercício contínuo da Cidadania.

Para o prefeito Luciano Orsi, o concurso qualifica ainda mais o trabalho das escolas, que são fundamentais para o êxito deste programa. “Aprender brincando sobre tributos, taxas, impostos, cidadania e o destino adequado dos recursos públicos que muitas vezes é complicado até mesmo para os adultos, é uma forma de ajudar às crianças e jovens a compreender melhor sobre a responsabilidade fiscal”, destaca Orsi.

Segunda a titular da Smec, Simone Schneider, o programa Educação Fiscal é realizado nas escolas através do projeto “Aluno informado, cidadão consciente” e busca sensibilizar os estudantes e, por consequência, a comunidade, quanto à função socioeconômica dos tributos. “Incentivar o acompanhamento pela sociedade da aplicação desses recursos oportuniza uma melhor qualidade de vida para toda a sociedade”, afirma Simone.

Seminário

O 1º Seminário Municipal de Educação Fiscal contou com a palestra Educação Fiscal no Contexto Social, com Jocelaine Luogo, Bacharel em Ciências Contábeis, e Wilmar Lima, pós-graduado em Direto Tributário. A palestra Educação Fiscal e Cidadania, foi ministrada por Dão Real Pereira do Santos, auditor fiscal da Receita Federal e João Carlos Loebens, auditor fiscal da da Receita Estadual discorreu sobre Ações e Projetos no Programa de Integração Tributária. Entendendo suas Finanças contou com o palestrante Otávio dias de Freitas, mestre em finanças. Já o tema Quando os Impostos são Assuntos de Sala de Aula? ficou a cargo de Denise Kern, autora de uma séria de livro sobre educação financeira.

Lista dos 5 Finalistas do concurso do Mascote

Guilherme Farias dos Anjos - 9º ano – Emef Rui Barbosa

Mateus Christani - 3° ano – Emef Marcos Silvano

Luísa Carolina Wismann -  7º anos  -  Emef Santos Dumont

João Vitor Silveira da Silva 7º ano Emef 25 de Julho

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.