Entrar

O Jornal A Gazeta é usado como ferramenta de aprendizagem

Destaque O Jornal A Gazeta é usado como ferramenta de aprendizagem Angélica Spengler/AG

“Eles gostam muito de trabalhar com o jornal na sala da aula. Toda sexta-feira é assim: eles leem o Jornal A Gazeta e uma nova atividade é proposta de acordo com o assunto que estamos estudando. A aprovação e a interatividade deles são muito grandes”. Com essas palavras a professora do 4º ano da Escola Municipal Fundamental Octacílio Ermindo Fauth, Karine Fabiane Mielke Da Silva resumiu como o Jornal A Gazeta vem se tornando uma ferramenta essencial na aprendizagem e evolução de cada aluno.
O programa AG Educa, que leva a edição impressa do único semanário da cidade para dentro das salas de aulas do município, contou com mais uma atividade na sexta-feira, 24. O convite foi feito pela diretora da instituição Ana Paula Fiuza após a edição da Gazeta de 3 de maio, onde Mauri Spengler em sua coluna "Rebatendo” pediu para que os leitores “escancarem” seu amor pelo município e, sugeriu a instalação de um letreiro turístico escrito: Eu ♥ Campo Bom. “Como a turma está trabalhando sobre o Mário Quintana e sobre a história de nossa cidade, fica fácil falar sobre nosso amor por Campo Bom. Mas o desafio foi maior, tiveram que escrever uma frase rimando tudo o que conversamos. O resultado disso? Lindas frases individuais e uma quadrilha coletiva”, revelou Ana Paula.
O diretor e fundador do AG Mauri Spengler falou para a turma de 20 alunos sobre a sugestão do letreiro, de como as matérias são realizadas e respondeu perguntas sobre o cotidiano de uma redação. “Essa interação é muito importante, pois além de trazer o jornal para dentro da sala de aula, busca desfazer dúvidas dos alunos e estimula eles a desenvolverem o hábito da leitura, tão importante para a evolução de cada criança”, relatou Mauri.

ALUNOS APROVAM O PROJETO

O olhar de curiosidade de cada aluno ao receber o seu exemplar demonstra o interesse e o estímulo que eles vêm recebendo para a leitura. E um habito já é unânime entre os pequenos leitores: ler a página 2 (Coluna Rebatendo), fazer as cruzadinhas e depois conferir os demais conteúdos. “Eles gostam muito de trabalharem com o jornal por verem nele, notícias que muitas vezes mostram a suas realidades, mostram pessoas que eles conhecem”, revelou a professora Karine.

“O que eu mais gosto são as cruzadinhas e a página do Mauri. Sempre começo a ler a Gazeta pela parte dele”. Murillo Masschmann, 9 anos

“Eu gosto quando podemos usar as matérias na aula, conversamos sobre as matérias e a cruzadinhas é bem legal”. Felipe Jung de Oliveira, 10 anos.

 

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.