Entrar

Vida na Ucrânia, novo clube e trajetória: Mateus Norton concede entrevista exclusiva ao AG

Destaque Vida na Ucrânia, novo clube e trajetória: Mateus Norton concede entrevista exclusiva ao AG Divulgação

Muitos jogadores brasileiros têm o sonho de um dia atuar na Europa, uns deixam o Brasil muito cedo, outros saem já rodados no país. O campo-bonense Mateus Norton é um desses atletas que alcançou esse objetivo na carreira. Revelado pelo Aimoré-RS, o atleta chegou ao Fluminense com 19 anos como uma das grandes promessas do futebol gaúcho. Apesar de toda a expectativa, o volante ficou um período no Sub-20 da equipe, se destacando rapidamente conquistou a braçadeira de capitão. Entretanto, quando foi promovido ao profissional, em 2017, o jogador não conseguiu manter o alto nível de desempenho. Sem espaço no time em 2018, Norton atuou em 16 partidas pelo Fluminense. Buscando se destacar no mundo da bola o volante foi longe, foi para a Ucrânia. No final do mês de fevereiro rescindiu contrato com o Flu e acertou sua ida para o Zorya Luhansk, da primeira divisão ucraniana.
Norton conversou com o AG sobre a adaptação ao país, o novo clube, família e as expectativas que o levaram para tão longe de casa.

FUTEBOL EUROPEU
A ida para o futebol do exterior é sempre complicada para um jogador, ainda mais quando o país em questão fala uma língua diferente da habitual. Além disso, a cultura também é um fator que atrapalha a adaptação de jogadores brasileiros no exterior, mas na Ucrânia a questão é um pouco menos difícil. Seu campeonato nacional é recheado de brasileiros. No Zorya além do campo-bonenses, atuam o meio campista Silas e o goleiro Luis Felipe.
Apesar do frio de -4 ºC encontrado já na chegada à cidade Zaporizhzhya, Norton tem conseguido se adaptar com rapidez ao futebol local e à neve. Na opinião do volante, a presença de compatriotas no time tem ajudado bastante. “Sabia que seria uma rotina bem diferente. Não só pelo estilo de jogo e o dia a dia de treinamentos, mas por todo o contexto de frio, neve, cultura distinta. De qualquer forma, além de ter pesquisado e me preparado para esse novo desafio a presença de um tradutor no clube facilita bastante as coisas e já consigo entender as orientações nos treinamentos”, revelou Mateus
Para o brasileiro, o time, que é uma das grandes forças do futebol local é uma excelente oportunidade para mostrar seu trabalho. “Eu preciso jogar! E jogar no leste europeu é um bom recomeço. Ainda não atuei em nenhum jogo, apenas treinei. Mas nos treinos dá para notar que é um jogo mais físico, mais intenso e estou trabalhando para estrear logo”, disse.

GURI DO PORTO BLOS
Nascido e criado em Campo Bom, Mateus cresceu no Beco das Flores, no bairro Porto Blos. Zona ribeirinha, castigada frequentemente com os efeitos de enchentes. Foi no esporte que o jovem atleta viu a oportunidade de mudar de vida. Dedicado aos treinos os bons resultados foram logo aparecendo. Tudo começou no Projeto Acolher de Campo Bom onde se destacou. Depois disso, passou pelos clubes: 15 de Novembro, Novo Hamburgo e Aimoré, de São Leopoldo. Pelo seu alto desempenho no Campeonato Gaúcho, atuando pela equipe leopoldense, Mateus recebeu o convite para jogar no Flu. Norton foi contratado pelo Fluminense em 2016 onde atuou até o mês de fevereiro deste ano.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.