Entrar

Chico é inocentado por falta de provas

Chico é inocentado por falta de provas Arquivo/AG

Um dos fatos que marcou a última eleição municipal teve mais um desdobramento. No último dia 15, a juíza de Campo Bom, Greice Witt, a pedido do Ministério Público, inocentou Francisco dos Santos Silva, o Chico, então candidato a prefeito pelo PMDB, que havia sido indiciado pela Polícia Civil por ter participação no episódio em que terminou com o seu carro incendiado no pátio de sua residência. O caso repercutiu e foi notícias em jornais e rádios de todo o estado. Chico foi inocentado  por falta de provas.

“Sempre estive com a consciência tranquila, porque sabia que era vítima de uma trama. Sabia que quando o processo passasse por mãos isentas e olhos imparciais, eu seria inocentado”, disse Chico, em entrevista ao jornal Tribuna Livre, no qual divulgou o caso com exclusividade.

Na mesma entrevista, Franciele Kozlowski, advogada de defesa de Chico, também se manifestou sobre o arquivamento. “Era visível, desde o início, que a polícia estava equivocada. Tivemos um inquérito onde o delegado afirma em seu relatório, que Francisco claramente teria simulado um atentado político para angariar votos, criando uma verdadeira história em quadrinhos, montada dentro do inquérito, para dar sustentação a uma precipitada coletiva de imprensa, que uma semana após o fato e antes mesmo de concluir o inquérito, já havia execrado a vítima, divulgando para a imprensa de que tudo seria uma armação”, afirmou e emendou com um questionamento: “A justiça já definiu quem não fez. A pergunta que a população quer ver respondida é: quem fez e qual seria a motivação?”

Última modificação emQuarta, 28 Março 2018 11:43
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.