Entrar

Recadastramento biométrico segue na cidade

Recadastramento biométrico segue na cidade Divulgação

Todos os eleitores do Brasil devem se dirigir ao Cartório Eleitoral de sua cidade para fazer o recadastramento biométrico que será posto em prática na próxima eleição. A meta é, até 2018, recadastrar biometricamente todos os eleitores brasileiros.


Meta é cadastrar 15 mil
em Campo Bom

A cidade conta atualmente com 49.931 eleitores, distribuídos em 155 seções eleitorais. Passados aproximadamente 20 dias do início do processo, 982 eleitores já haviam feito o recadastramento. O número corresponde a 6,5 % da meta inicial que é cadastrar em torno de 15 mil eleitores. O processo, nesta primeira fase, segue até o dia 4 de maio de 2016.
Para fazer o recadastramento biométrico, basta se dirigir até o Cartório Eleitoral de Campo Bom, localizado na rua Tiradentes, 160. Para a próxima eleição, a cidade contará com um sistema misto, podendo votar com identificação biométrica ou não.


Quando o voto é facultativo

Os eleitores cujo voto é facultativo, ou seja, os que têm entre 16 e 18 anos e os que têm acima de 70 anos de idade, não são obrigados a fazerem o recadastramento nesta primeira fase. Porém, quando for estabelecido o prazo final, todos os que não tiverem feito o recadastramento terão seus títulos cancelados, e consequente o cancelamento do CPF, pois os dois documentos estão interligados.


O recadastramento

Tentar garantir uma maior lisura do pleito. Este é o principal objetivo que o recadastramento biométrico possui.
Outra vantagem, é de longo prazo: cadastrando biometricamente os dez dedos da mão, se formará um grande banco de dados que ficará à disposição da Justiça Eleitoral e de outros poderes, de modo que o cadastramento do eleitor seja único em todo o País. Já tramita no Congresso uma proposta de Cadastro Único dos brasileiros, que tem como ponto de partida, o número do título de eleitor de cada cidadão.

Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.