Entrar

Apenas Estatística

Sou um amante de Campo Bom, não filho desta terra, mas um legítimo apaixonado pelas belezas locais.

Como vocês sabem escolhi a cidade para minha vida, melhor, escolhi para ser a cidade dos meus filhos, sou um campo-bonense adotado, alguém que em uma linda e ensolarada tarde de domingo foi arrebatado pelos encantos e pelo pioneirismo da pequena gigante.

Pois bem, um dos maiores fascínios de nossa cidade sempre foi a sensação de segurança, se conseguia andar tranquilamente em qualquer local, mesmo à noite. A percepção de quietude em um País e um Estado estigmatizados pelo medo me trouxe um verdadeiro fascínio.

Porém, o noticiário, em especial do último ano, tem apresentado consigo uma infinidade de informações preocupantes, estamos perdendo nosso pequeno paraíso.

Li algumas notícias, escutei muitas histórias de amigos, mas na noite da última quinta fui a vítima.
Após um jantar fui levar dois amigos a seus apartamentos (localizado na região mais central, Av. São Leopoldo, em frente a antiga sede do Jornal). Chegando lá, fomos abruptamente surpreendidos por quatro vagabundos, que armados nos assaltaram.

É incrível a sensação que se tem ao perceber que “um guri” sem nem barba na cara mas armado e provavelmente sob a influência de entorpecentes causa.

Tentamos manter a maior tranquilidade durante o evento, mas a percepção de revolta após o acontecido inunda o coração de qualquer cidadão de bem.

Graças ao protetor supremo tivemos apenas prejuízos econômicos, coisas que se conseguirão novamente, mas na realidade nossas vidas, durante alguns minutos, estiveram na mira de um infeliz que nada tem a perder.

Não foi esta a cidade que escolhi, não é esta a Campo Bom que amo e defendo diante de todos... mas é esta que estamos vivendo, é esta que também estou aceitando viver.

O pior de tudo é saber que sou apenas mais um, um dado estatístico, algo que virou rotina.
Não vou acreditar nisto, não quero ficar sentado esperando o pior, que a revolta não fique apenas no jornal A Gazeta (o qual tem estampado um sem findar de matérias e capas sobre o assunto), que a revolta tome conta de todas as pessoas de bem, que façamos que Campo Bom volte a ser nossa pequena ilha de felicidade.

Hora de mudarmos a realidade, ou seremos apenas estatística!

Liga comemora sucesso no Festival de Tortas

A Liga Feminina de Combate ao Câncer Lilian Reuter comemorou o sucesso no Festival de Tortas realizado em 26 de junho no Clube Oriente. Conforme a presidente da entidade Marli Martins, 99,2% do cartões colocados a venda foram comercializados. O lucro do evento será usado para a aquisição de remédios e custeio de exames para pacientes. 
A Liga recebeu na última semana uma doação de alimentos da Escola Fernando Ferrari através do Dia da Solidariedade realizado na escola. 

Brechó e Concerto 
Neste sábado, 12, das 9h às 12h, a Liga realizará o tradicional Brechó. Marli lembra que roupas de inverno já estão à disposição da comunidade para aquisição. A abertura da programação da Festa Alemã do Centro Cultural Eintracht será com um concerto da Orquestra de Sopros Eintracht. O evento arrecadará alimentos e as doações serão revertidas para a Liga. 

Declaração 
“Gostaríamos de agradecer à todos que compareceram ao Festival de Tortas e também à todos que colaboraram com a gente. O Sucesso é de todos.” 
  
Marli Martins – Presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer Lilian Reuter

Caixa tem nova Gerente Geral

Na manhã da última segunda-feira, 07, tomou posse a nova gerente geral da agência de Campo Bom da Caixa Econômica Federal. Daiana Elisa Kohlrausch, 30 anos, assumiu no lugar de Marcos Vinicios Colombo que ficou a frente da agência por dois anos. Colombo foi transferido para agência de Taquara. A solenidade de posse foi prestigiada pelo Superintendente Regional do Vale do Sinos Mauro Roberto Bom, pelos Secretários Municipais Fabiana Kellermann (Finanças), Francisco dos Santos Silva (Desenvolvimento Social e Habitação) e Jerri de Moraes (Saúde), vereadores Marinho de Moura (PPS) e Alexandre Hoffmeister (PP) além de funcionários de outras agências e cliente do banco.


A nova Gerente 
Daiana ingressou na Caixa em outubro de 2005 na agência de Rolante. É formada em comércio exterior pela Faccat e possui especialização em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Além de Rolante, Daiana trabalhou na agência do bairro Pátria Nova em Novo Hamburgo antes de ser transferida para Campo Bom.


Declarações 
“Foi uma honra estar em Campo Bom nos últimos dois anos e ter contribuindo para o desenvolvimento da cidade em vários setores.” 
  
Marcos Vinicios Colombo – Ex-Gerente-Geral da Caixa Campo Bom 
  
“Chego para dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Colombo. Esta é uma nova etapa de grande desafio e grande responsabilidade, mas desde já tenho orgulho de fazer parte desta história.” 
  
Daiana Elisa Kohlrausch – Gerente-Geral Caixa Campo Bom 
  
“Campo Bom merece que a Caixa acredite no município. Temos grandes projetos para esta cidade e queremos transformá-las em realidade.” 
  
Mauro Roberto Bom – Superintendente Regional do Vale do Sinos da Caixa Econômica Federal

De 27 de junho a 03 de julho de 2014

A força do A Gazeta
Recentemente publiquei nesta coluna uma sugestão para que os partidos valorizassem os seus suplentes de vereadores. O presidente do PPS, José Alfredo Orth, não apenas posicionou-se prontamente favorável em entrevista concedida a este jornal, como colocou em prática. Na segunda-feira o segundo suplente da coligação, o ex-vereador Joceli Fragoso (PTB) tomou posse. Isto apenas comprova a força deste colunista e do Jornal A Gazeta.


E os outros?
E os demais partidos não vão dar oportunidades aos seus suplentes? Logo, logo vai ter eleição municipal e todos vão precisar de todos. Estou apenas lembrando e quem avisa amigo é, já dizia a minha saudosa mãezinha. Por isto, senhores, é bobagem ficarem de cara feia.



Aliás...
O vereador Joceli, não foi dos mais simpáticos para os interesses da bancada que dá sustentação ao governo. Ele fez algumas críticas, fez alguns pedidos e talvez tenha sido mais duro que os próprios vereadores que fazem oposição ao governo. Esqueceram de avisá-lo que o seu partido, o PTB,  é da bancada de situação?



E os campo-bonenses como ficam?
Quando começam a homenagear pessoas de outras cidades me passa a impressão que todas as personalidades de Campo Bom já foram lembradas. O vereador Jair Wingert (PSB) apresentou moção de congratulações pelo título de personalidade e competitividade internacional 2014, ao Sr Heitor Klein, presidente da Abicalçados. A proposição de Jair foi aprovada pela unanimidade dos vereadores.



Uma bagunça...
O que os partidos políticos estão tramando para a próxima eleição é qualquer coisa de surpreender ou seria de enojar aos mais calejados comentaristas políticos. Transportando esta bagunça toda para a nossa terrinha, não estranhem se na próxima eleição municipal o sindicalista Vicente Selistre ou o vereador Jair Wingert, ou os vereadores comunistas Victor e Valter possam compor uma coligação com o PMDB ou com o PP, ou com o PPS, DEM, PTB, PSDB e vice-versa, de trás pra frente, da frente pra trás...



“Revirando nos túmulos”
Lembram como o PT era inimigo do PMDB? E como o PMDB (MDB) era inimigo do PP(ARENA)? No primeiro governo de Faisal a sua vice era a Dra. Suzana Pereira do PT. E neste governo, o vice do Faisal é Marco Riegel do PP. Alguém aí está surpreso? Seguindo nesta linha a próxima coligação deverá mesmo ser com os Socialistas ou com os Comunistas. As histórias políticas às vezes são para serem esquecidas. Alguns saudosos e fiéis políticos que fizeram a história desta cidade devem estar se revirando em seus túmulos.



Os invictos...
Da atual composição da Câmara de Vereadores alguns deles já andaram passeando por outros partidos senão vejamos. Jair Wingert, do PSB já foi candidato a vereador pelo PSDB. Alexandre Hoffmeister do PP já foi vereador pelo PMDB. Max de Souza do PMDB disputou a sua primeira eleição pelo PDT. Paulo Tigre do PMDB já foi candidato a vereador pelo DEM. Os demais, Schuetz, Sadi, Ozéias (PMDB), Victor e Valter do PCdoB e Marinho e Siri do PPS, até onde eu sei continuam invictos e permanecem em seus partidos de origem.



Ofício do desembargador
O Desembargador José Aquino Flôres de Camargo, presidente do Tribunal de Justiça do Estado, enviou ofício ao presidente da Câmara Marinho de Moura, dizendo que está em estudo a elevação para entrância intermediária na Comarca de Campo Bom. No entanto ele ressalta que a tramitação da proposta depende da instalação de estabelecimento prisional no município. A correspondência surpreendeu a todos e por isto o leitor pode conferir a matéria completa na edição de hoje.



A nossa opinião
Estampada na capa da edição desta sexta-feira, a opinião do Jornal A Gazeta sobre a possível instalação de uma casa prisional em Campo Bom. Em um primeiro momento o assunto pode até assustar mas é preciso que se diga que uma casa prisional na cidade, certamente reverterá em muitos outros benefícios especialmente no que se refere a mais policiamento nas ruas.



A palavra do Juiz
A propósito, estamos publicando nesta edi-ção uma interessante análise crítica sobre o sistema prisional brasileiro e a lei de execuções penais. A opinião é do Dr. Carlos Fernando Noschang (foto), da 2ª Vara Cível de Campo Bom. O texto é rico em detalhes e vale a pena ler para que o eleitor possa formar a sua opinião sobre um assunto tão latente e relevante para ser discutido pela sociedade.



Uma questão de responsabilidade
Somos terminantemente contra a instalação de um presídio no regime semiaberto. No entanto, aceitamos discutir a instalação de uma casa prisional em regime fechado como também a rediscussão de um novo código penal. Entendemos que não podemos ficar omissos aos nossos delinquentes que devem ser de nossa responsabilidade e não empurrar para outros municípios.



Te cuida Casagrande!
Tem alguns vereadores que estão se metendo a comentaristas esportivos. Usam a tribuna para comentar a atuação de algumas equipes e também de alguns jogadores. Os comentaristas das principais redes de TV do Brasil, já ouviram falar dos nossos vereadores/comentaristas e estão dando de tudo pra não correr o risco de perder a “boquinha.”



O nosso mundo
O vereador e presidente da Câmara Marinho de Moura (PPS), não economizou elogios sobre a cobertura que o Jornal A Gazeta tem dado para o assunto segurança pública. De nossa parte agradecemos a menção, ao mesmo tempo em que reafirmamos a nossa fidelidade com relação aos assuntos que interessam ao nosso mundo, o mundo de Campo Bom.



Hospital tem que ser aqui
Ora, pelo que me consta o maior percentual de votos no processo de Participação Popular e Cidadã, foi de Campo Bom. Pois bem, então antes de os outros municípios apresentarem-se como candidatos a sediarem o hospital regional precisam perguntar se nós vamos deixar. Penso que a instalação em Campo Bom seria um reconhecimento pela nossa mobilização no processo.



O presidente é daqui
Além disto, o mentor e também responsável pela grande mobilização pró-hospital regional é o prefeito Faisal Karam (foto) que também é o presidente da Associação dos Municípios do Vale do Sinos, é daqui. Portanto não me venham com esta ideia de colocar tão importante obra no interior de Araricá, como li em algum lugar. 



O novo juiz
Assumiu recentemente o novo juiz da 1ª Vara Cível da Comarca de Campo Bom, Dr. Jaime de Freitas da Silva. Ele veio transferido do município de Charqueadas. Antes disto ele já havia atuado nas Comarcas de Tramandaí e Caçapava do Sul. Que seja bem vindo!

De 04 a 10 de julho de 2014

Mais uma exclusiva

Na edição da semana passada abordamos com absoluta exclu-sividade um assunto que po-derá gerar muitos comentários e debates na cidade. A possibilidade de Campo Bom sediar uma casa prisional, desde que seja em regime fechado. Esta é a condição primeira para a sociedade começar a discutir o assunto.

 


A propósito...

O leitor Loricardo Oliveira enviou o seguinte e-mail posicionando-se sobre este assunto: “Como as rea-lidades e opiniões mudam nesta cidade rapidamente. Quando foi pra instalação de uma casa pri-sional em 2013 em Campo Bom, fui um dos poucos favorá-veis. Teve muito poder contra, agora de novo e agora querem para manter a segurança. Uma forma errada e equivocada de fazer política nesta cidade, sempre na contramão.”


Para esclarecer

Para que tudo fique absolutamente claro, é preciso que se diga que a posição do leitor Loricardo Oliveira, merece o nosso mais absoluto respeito. No entanto, também é preciso que se diga que no ano passado falava-se apenas em instalação de presídio em regime semiaberto, o que somos e seremos terminantemente contrários. Porém, por uma questão de responsabilidade social e sem querer fugir desta, aceitamos sim, pelo menos conversarmos sobre o assunto, desde que este assunto comece pelo regime fechado.


Opiniões recebidas

Após a última edição recebemos inúmeras e diferentes manifestações elogiosas pelo nosso posicionamento em chamar a responsabilidade da sociedade para discutir este assunto. Entre as mensagens recebidas selecionei a da advogada e leitora Anália Goreti, que transcrevo a seguir: “Mauri, muito bacana, esclarecedor e jornalístico a forma que você abordou o tema da Casa Prisional. Realmente a população não poderá abster-se deste debate. Você lançou bem a ideia. Vamos pensar juntos e decidir juntos e tudo está bem capitaneado pela nossa A Gazeta. Parabéns!”


Assessoria qualificada
O vereador Arcelino Siri (PPS), entrou com uma proposição para homenagear o Sr. Alberto Almiro Jost, com nome de uma rua. A curiosidade ficou por conta da mobilização feita pela assessoria do vereador Siri, comandada por José Gonchoroski que conseguiu levar até a sessão um expressivo número de familiares e amigos do homenageado.


“Não tá entrando, senhor presidente...”
A frase acima tem sido uma constante durante as sessões da Câmara de Vereadores. Acontece que nos últimos tempos o sistema eletrônico de votação e de inscrição para usar a tribuna não tem funcionado com a devida frequência. E a cada vez que isto acontece a justificativa usada pelos vereadores é dizer ao presidente que “não tá entrando.”


Time definido
Com a realização das convenções partidárias ficaram definidos os candidatos de Campo Bom que concorrerão nas eleições de outubro. Para deputado federal teremos apenas um candidato, Giovani Feltes, do PMDB. Para a Assembleia Legisltiva serão cinco candidatos. Beto Cabeleireiro (PSC), Fabiano Feldes (DEM), Ozéias Cardoso (PMDB), Vicente Selistre (PSB) e Victor de Souza (PCdoB). A curiosidade fica por conta do PMDB que terá candidato para a Câmara Federal e também para a Assembleia Legislativa.


Delegação de peso
Na Convenção Estadual do PMDB, ocorrida no final de semana em Porto Alegre, o PMDB de Campo Bom, compareceu com aproximadamente uma centena de filiados. Certamente foram apoiar a candidatura dos candidatos campo-bonenses.


Lambanças sem fim
Depois de todas estas lambanças que estão ocorrendo na política com as mais diferentes alianças partidárias, acabaram-se definitivamente os idealismos políticos se é que eles existiram algum dia. Portanto senhores políticos, tentem apenas fazer o melhor, só não falem mais em idealismos.


Frases fortes e verdadeiras
Selecionei algumas frases ditas pelo cientista político Paulo Kramer a um jornal da capital, onde ele apenas comprova aquilo que tenho escrito há bastante tempo nesta coluna.
“A política é uma verdadeira feira, uma geleia geral.”
“O que mais importa neste momento é quanto tempo o partido tem de TV.” 
 ”Passados quase 30 anos da transição democrática e a gente não consegue se livrar desta maldição.”


Hospital: campanha com argumentos
Por sermos bairristas e termos compromissos e responsabilidades com a comunidade de Campo Bom é que torcemos e fizemos campanha pela instalação do hospital regional em nossa cidade. Muitos são os argumentos e também os merecimentos que contam ao nosso favor. O movimento começou aqui, a melhor qualidade de vida é aqui, os melhores índices de desenvolvimento são daqui e de lambuja o presidente da AMVRS, é o prefeito de Campo Bom Faisal Karam. Caso a concorrência necessitar de mais argumentos posso relacioná-los na próxima edição, pois são muitos.


Acertando na loteria
Para quem vivia reclamando de falta de casas lotéricas na cidade (assim como eu e o restante da população), enfim uma boa notícia. Fiquei sabendo, que aquela lotérica que funcionava em frente ao Escolão e fechou pelos inúmeros assaltos, será reaberta, porém em um novo endereço, na rua Rodolfo Dick, próximo ao PA 24 horas.


Contando a história
O Resgate Histórico apresentado na cerimônia de abertura da Olimpíada Estudantil, comprovou aquilo que sempre afirmamos. Das 30 edições ocorridas, o Jornal A Gazeta esteve presente em 27, desde a sua fundação. Muito mais vezes que outros periódicos bem mais antigos. Nós contamos, comprovamos e participamos ativamente da história da cidade.

De 11 a 17 de julho de 2014

Levou um “carão”
Vicente Selistre que é integrante nacional do PSB  fez um convite ao PMDB e PPS para que formassem um diretório em favor da candidatura de Eduardo Campos para presidente. O PMDB através de seu presidente Alexsandro Faria já respondeu e disse que não aceita a “sociedade” com o PSB e que o foco principal é fazer campanha para os candidatos locais. O PPS que há não muito tempo já esteve coligado com o PSB, até agora ainda não se manifestou.


Tudo  “xunto incluído”
Fiquei sabendo que o PSDB e o DEM estão pensando em juntarem-se para formar uma única sigla. A mesma conversa acontece com o PPS e o PSB. Tudo, é claro, a nível nacional. Aproveitando esta onda, gostaria de sugerir que todos os partidos se juntassem e formassem uma única sigla ou seria uma única panela? Afinal de contas, por tudo que está acontecendo de coligações, imagino que todos os partidos pensem da mesma forma, todos com os mesmos interesses...


Votos declarados
Alguns vereadores aproveitaram a tribuna da Câmara, para, em seus pronunciamentos falarem das qualidades dos dois candidatos do Legislativo, Ozéias Cardoso pelo PMDB e Victor de Souza pelo PCdoB, como também de suas preferências para governador e para presidência. Tem um vereador que em pouco mais de um mês já declarou sua simpatia para dois candidatos ao governo do estado. Até a eleição ainda tem bastante tempo para definir-se.


Até agora bem pouquinho, quase nada
O assunto levantado por esta coluna que propôs o rodízio entre os vereadores, sugerindo que os titulares oportunizassem aos suplentes de assumirem algumas vezes durante o ano parece que teve aprovação apenas na coligação entre PPS, PTB, PRB e PSC. Os demais partidos e vereadores até agora nem se coçaram. Repito, logo, logo chegará a eleição e todos precisarão de todos. Dar esta oportunidade aos suplentes seria uma bonita forma de re-conhecer e agradecer pelo cargo que ocupam.


Conscientização
Esta questão dos suplentes dos vereadores assumirem passa por uma conscientização das lideranças dos partidos mas fundamentalmente pela boa vontade do titular do cargo. Tem vereador que não quer nem ouvir falar sobre este assunto pois não admite dar uma oportunidade ao seu suplente, o que também deve ser respeitado.


“Cumpra-se”
O prefeito Faisal Karam, enviou projeto de lei ao Legislativo que aprovou por unanimidade, uma matéria no mínimo curiosa. A que institui como Patrimônio Histórico-Cultural Imaterial do Município de Campo Bom, o alimento conhecido como “Pão de Laranja” (Orangenbrod). Achei um pouco de exagero ter que fazer uma lei para tanto, mas lei é lei e cumpra-se.


Transporte para todos
A bancada governista apresentou um requerimento ao prefeito Faisal Karam para que este institua transporte gratuito a todos os alunos de 1º e 2º graus e que residam a mais de 1 km do estabelecimento de ensino. A proposição contempla a todos os alunos das redes municipal, estadual e particular. Há algum tempo esta coluna abordou o assunto do transporte de estudantes, especialmente com os altos preços operados. Vamos ficar na expectativa sobre a decisão do prefeito se ele acolhe ou não o requerimento que teve aprovação de todos os vereadores.


Closet na ciclovia?
Alguém colocou em uma árvore, na ciclovia da Avenida dos Estados quase em frente a Rua Santo Agostinho, um cabide com uma calça, uma camisa e um par de chinelos sugerindo que alguém que esteja passando frio que pegue as peças. Uma ideia diferente e interessante pois muitas vezes a gente quer doar e não sabemos exa-tamente a quem. Todas as ações de solidariedade são sempre dignas de elogios.


Parece gozação
Na quarta à noite, a Ivete e eu fomos ao cinema de Campo Bom assistir ao filme Getúlio. Sabem quantas pessoas estavam na sala Alfredo Blos? SETE. O ingresso a quatro pilas. A renda na bilheteria chegou a R$ 28,00. Tinham lá no mínimo três funcionários e ainda haveria mais uma sessão. E eu lembro que o povo vivia reclamando quando a cidade não tinha cinema.


Histórias que se repetem
Há poucos dias, um casal que chegava ao edifício Gehrard, na Avenida Presidente Vargas foi assaltado. Segundo o que foi relatado por um leitor, dois indivíduos surpreenderam o casal levando o automóvel e alguns pertences. Roubo com características idênticas ao praticado há pouco mais de um mês no edifício 15 de Novembro.


O nosso colunista também
O nosso colunista, o advogado Eduardo França, relatou na sua coluna da edição passada toda a sua indignação por ter sido assaltado bem no centro da cidade. Ele havia levado dois amigos no edifício Dona Olga, na Avenida São Leopoldo, quando foram impiedosamente assaltados por quatro “guris” que sem barba na cara, mas armados, levaram o que puderam. Como o próprio colunista escreveu, ele também passou a fazer parte da estatística policial.


Indignar-se é preciso
O que a população, as nossas lideranças e a imprensa não podem é baixar a guarda. Precisamos diariamente manifestar a nossa indignação pela fragilidade da segurança pública. Precisamos exigir os nossos direitos. Precisamos de mais soldados, de mais policiais civis e de mais viaturas. Só com a polícia nas ruas é que conseguiremos diminuir os índices de violência. A Copa do Mundo com um grande número de policiais nas ruas comprovou isto.


E as Câmeras?
Até agora não recebemos nenhuma notícia de qualquer ocorrência policial em que teve as câmeras de videomonitoramento como elemento denunciativo. Será que depois de suas instalações nada mais aconteceu em que as câmeras pudessem colaborar? Seria importante que a BM informasse a imprensa a utilidade destas câmeras afinal de contas alguns milhares de reais públicos foram investidos nestes equipamentos.


Só temos que reconhecer
O que está faltando para a torcida e também para a imprensa brasileira, especialmente a imprensa gaúcha reconhecer a superioridade da seleção alemã em relação a seleção brasileira. Só falam dos nosso erros, de time mal escalado, mal posicionado entre outras coisas e poucos reconhecem aquilo que de mais forte eu notei, a superioridade da equipe alemã.


E agora? O que vão dizer? 
E aquela turma que adorava dizer que “a copa foi comprada pelo Brasil”, onde que está? Quanta bobagem. Agora imaginem o presidente da CBF chegar junto com os demais presidentes de ou-tras confederações participarem de um leilão para comprar a Copa do Mundo? Detalhe. Ninguém poderia ficar sabendo de nada, tudo em segredo. Ora vão se catar todos os que pensaram desta forma.

Corrida Contra o Frio movimenta Campo Bom

a manhã do último domingo, 06, foi realizada a 1ª Corrida Contra o Frio de Campo Bom. O evento promovido pela JMWommer Consultoria contou com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel) e foi prestigiada por um grande número de corredores. 
Mesmo com previsão de chuva, os atletas compareceram e correram distâncias de 5 e 10km no adulto além de distâncias menores para crianças. 
A corrida arrecadou agasalhos e alimentos entre os atletas. Cada competidor, no momento da inscrição, precisou doar um agasalho ou um quilo de alimento. Toda a arrecadação será revertida para a Campanha do Agasalho de Campo Bom. 

Vencedores

Uiliam Jonatan Correa com o tempo de 16min31seg foi o vencedor da categoria 5km no masculino. No feminino, a grande vencedora foi Solange Bressan com o tempo de 21min58seg. 
Nos 10km, Paulo Sandro Viana da Rosa foi o vencedor no masculino com o tempo de 33min40seg. No feminino, com o tempo de 37min41seg, Clarice da Luz Santos foi a grande campeã. 

Acorbom presente no evento 
A Associação dos Corredores de Rua de Campo Bom (Acorbom) participou com cinco atletas da Corrida contra o Frio. O destaque ficou com Enio Aguirre da Rosa (Box Print) campeão na
Categoria 40/44 Anos completando o percurso de 5km em 19min12seg, seguido de Alex Rodrigo de Lima (Start Training/Livraria&Papelaria Ermel) 3º colocado na categoria 35/39 Anos terminando a prova em 20min e Janiomar Robinson que ficou com o 8º lugar na categoria 50/54 Anos com o tempo de 25min38seg. Nos 10km, Claudio Bitencourt (It’s Time Academia) obteve a 2ª colocação na categoria 30/34 Anos com o tempo de 37min53seg. Fechando a equipe, Onofre Filho cruzou a linha de chegada em 56min48seg não obtendo classificação.

 

Dois campeões brasileiros de BMX em São Paulo

No último final de semana, na cidade de Americana em São Paulo, foi realizado o Campeonato Brasileiro de Bmx 2014, evento que reuniu 583 atletas de todo o país e que definiu os melhores das 32 categorias da modalidade. A delegação gaúcha contou com 53 atletas e três sagram-se campeões brasileiros, dois deles integrantes da Liga Campobonense de BMX (Toda Música/Piccolo Tintas/Faschioncar). 
Isabella Kessler foi campeã na categoria Girls 8 anos e Gustavo Wecker (Bike Hall/Madelusa/Ciao Viagens/Marchezan) conquistou o bi-campeonato na Categoria Boys 9 Anos. Gustavo agora vai além. No fim do mês, o garoto embarca para Rotterdam na Holanda, para disputar o campeonato Mundial de Bmx. 
Outros seis atletas da Liga foram finalistas em São Paulo. 

Desempenho Liga Campobonense de BMX 
- Isabella Kessler – Campeã Categoria Girls 8 anos; 
- Gustavo Wecker (Bike Hall/Madelusa/Ciao Viagens/Marchezan) - Campeão Categoria Boys 9 Anos; 
- Adriane Pinheiro (Faschioncar) - Vice- Campeã Cat. Girls 8 Anos; 
- Júlia Schuler - 4º Lugar Girls Cat. 11/12 Anos; 
- Otávio Frantz - 4º Lugar Cat. Boys 6 Anos, 
- Thales Schuler - 3º Lugar Cat. Boys 8 Anos; 
- Guilherme Marques (Subwoofer/Pedalokos) - 4º Lugar Cat. Cruiser 30/34 Anos; 
- Carlinhos Frantz - 8º Lugar Cat. Cruiser 40/44 Anos. 
Não classificaram para as finais Gustavo Klein,Vinicius Lopes, João Wecker, Andrei Pinhero,Willian Kessler e Naércio Schwarz.

Dois campeões brasileiros de BMX em São Paulo - 5.0 out of 5 based on 1 review

Municipal de Bocha inicia com vitórias dos mandantes

No último sábado, 05, tiveram início os jogos do Campeonato Municipal de Bochas Entre Bairros 2014. Cada equipe que disputa a competição possui equipes Individual, Dupla e Trios. Apenas a segunda divisão da competição teve disputa de jogos. A equipe da Esquina da Bocha B venceu por 2 a 1 a Esquina da Bocha C. A equipe B venceu no Individual e Trio e foi derrotado nas Duplas. A equipe da Capela Aparecida também venceu no Individual e nos Trios e perdeu nas duplas para o Jovens Há Mais Tempo. Já o Clube da Bocha venceu nas Duplas e Trios e perdeu no individual para o Amigos do Porto Blos 
Neste sábado, além da segunda rodada da segunda divisão, será disputada a primeira rodada da primeira divisão. 

Rodada 05/07 
2ª Divisão 
Esquina da Bocha B 2 x 1 Esquina da Bocha C 
Capela Aparecida 2 x 1 Jovens Há Mais Tempo 
Clube da Bocha 2 x 1 Amigos do Porto Blos 

Rodada 12/07 
1ª Divisão 
Clube da Bocha x Esquina da Bocha 
Capela Aparecida x Amigos do Porto Blos 
2ª Divisão 
Jovens Há Mais Tempo x Esquina da Bocha B 
Esquina da Bocha C x Clube da Bocha 
Amigos do Porto Blos x Capela Aparecida

BM prende homem por roubo a comércios

Na tarde da última quarta-feira, 10, a Brigada Militar de Campo Bom (BM) prendeu um homem por roubo a estabelecimento comercial. 
Uma guarnição foi informada pela sala de operações que um indivíduo em uma moto vermelha havia roubado cerca de R$ 100,00 em um mercado na Rua Germano Roth no bairro Paulista. Em seguida, outra ligação informou de um individuo com as mesmas características tentou roubo em um mercado na Rua Tânia Simon no Loteamento Firenze, mas sem êxito.

O homem fugiu do local, mas voltou para buscar uma Yamaha Faser placas IOB 1669 que havia deixado no local após a tentativa do roubo. Ele foi contido por populares que acionaram a BM, que foi até o local e prendeu o homem. Ele foi identificado como Josué dos Santos Walbrinck. Possui antecedentes por violação de domicílio, ameaça, lesão corporal, porte ilegal de arma e posse de entorpecente.

Assinar este feed RSS
Sportbook sites http://gbetting.co.uk/sport with register bonuses.